Os seis tipos de sapatos que toda mulher deve ter

Para as mulheres que acreditam que é preciso ter milhares de pares de sapato para estar preparada para qualquer ocasião, ledo engano. Com as escolhas certas é possível montar uma seleção de peso com calçados para serem usados em todos os eventos, dos formais até os mais informais.
Publicidade
Ok, rechear o armário com calçados de todos os tipos pode ser tentador, mas essa não é uma das alternativas mais práticas para o dia a dia. Pensando nisso, o Vila Mulher selecionou seis sapatos essenciais para provar que é possível (sim!) ter uma sapateira de peso, mesmo com um número pequenos de sapatos. Dá só uma olhada!
Peep toe - Os modelos em tons de nude são essenciais no guarda-roupa feminino, uma vez que, combinados ao seu tom de pele, alongam as pernas. Outro ponto positivo para o modelo é que ele pode ser combinado com quase todos os looks, da calça jeans à alfaiataria.
Scarpin preto - Quem não dispensa o salto sabe que o sapato é um clássico da moda que cai bem em todas as ocasiões, sem falar que arremata qualquer produção. Se o modelo não tiver salto altíssimo, ele pode também ser usado no trabalho.
Sapatilha - Perfeita para o dia a dia, os modelos com detalhes ou cores mais fortes dão um charme extra ao visual.
Coloridos - Sapatos com cores fortes e vibrantes deixam até mesmo as produções mais básicas com cara de fashionista. Com uma calça, shorts ou saia jeans e uma regata, o modelo colorido fica lindo e pode ser usado tanto de dia quanto a noite.
Tênis - Os modelos esportivos são ótimas opções para malhar, mas nada de usá-los no dia a dia. Na hora de passear prefira os modelos mais leves e moderninhos, como o keds ou all star. Eles são super confortáveis para os dias de compra ou correr atrás dos pequenos e, acredite, você estará linda e estilosa!
Rasteirinha - A melhor opção para os dias quentes, as sandálias rasteiras deixam os pés super fresquinhos e a produção pra lá de estilosa. Para quem acha que o modelo pode comprometer o look por não ter salto, o que vai contar aqui vai ser mais os seus pés do que o próprio calçado.
Por Paula Perdiz no Vila Mulher